a amplitude do vazio e um olá

19:57 0 Comments A+ a-


Você tem uma ideia, se esforça para colocá-la em prática, faz tudo que tem que fazer e no quando pensa que tá dando tudo certo... E agora? Isso foi o que eu senti quando criei o blog, decidi tudo sobre o que ia postar aqui, consegui um layout, personalizei etc. Lembrei que nunca sei como começar as coisas, tipo uma conversa (depois do "oi, tudo bem?" vem o que?). Agora essa dúvida: como começar. 
Apresentações: me chamo Jéssika, tenho vinte anos, curso oceanografia e tenho certeza de que quero me especializar na área biológica; desde que comecei a pintar, não aguento passar muito tempo com o cabelo de uma cor só; não sei usar roupas combinando; 70% das minhas redes sociais são preenchidas com fotos/notícias das minhas gatas.



De acordo com o google:
blogue
substantivo masculino
  1. intern página pessoal, atualizada periodicamente, em que os usuários podem trocar experiências, comentários etc., ger. relacionados com uma determinada área de interesse.

A vontade de criar uma conta no blogger eu sempre tive mas me faltava um empurrão pra colocar a ideia em movimento. Não muito tempo atrás, tive uma desilusão amorosa. Nada do tipo "vou morrer" mas ainda assim senti aquele baque na autoestima, bate a bad profunda e o pânico do pensamento de que nada nunca vai dar certo. Os amigos disseram "parte pra outra", a mãe disse "vai estudar", o psicólogo disse "tome um tempo para si mesma" e eu fiquei perdida e resolvi dar um tempo para me entender. Resolvi expor. Muitas pessoas já passaram por isso e situações bem piores, tenho certeza mas, como lidar com isso? Não é sobre um possível relacionamento perdido, é sobre a sensação de nunca ser suficiente, de ser defeituosa de alguma forma irreparável nesse quesito. Como lidar?


Follow my blog with Bloglovin